Inaugurada, Casa do Empreendedor vai funcionar como uma agência de desenvolvimento local

Desenvolvimento Econômico
    24 de outubro

O prefeito Rômulo Rippa inaugurou na tarde da última quinta-feira (19/10) a Casa do Empreendedor, localizada na rua Francisco Prado, 396, no Centro. O local será o equipamento público que sintetizará o que a Administração Municipal, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, fará para oferecer ainda mais apoio aos empreendedores da cidade. Em outras palavras, será uma agência de desenvolvimento local e será tratada como referência regional.

“Nós acreditamos no empreendedor ferreirense, no espírito empreendedor que Porto Ferreira e sua população possuem como grande vetor de desenvolvimento econômico da nossa cidade”, disse o prefeito na cerimônia. Ele também citou pesquisa do IBGE divulgada na semana passada, que mostra que 50,1% dos empregos do país são gerados em empresas com até cinco trabalhadores. “Isto prova que a grande economia do país está no empreendedorismo, nas micro e pequenas empresas”, completou.

“Nós vamos, com a Casa do Empreendedor, colocar o Poder Público como facilitador para o empresário alavancar suas iniciativas. Nós sabemos que tem muita gente que quer investir, que quer empreender. Mas precisa de melhores oportunidades, de um facilitador para que essa atividade empresarial ocorra, gere emprego e renda”, continuou.

A Casa do Empreendedor vai disponibilizar informações e orientações para atender aos requisitos legais de instalação empresarial, unificados nos procedimentos burocráticos e ajustados para facilitar e permitir a legalização das atividades empresariais que hoje encontram-se à margem da economia ou enfraquecidas em sua competitividade. Trata-se de uma política pública desburocratizante que trará como consequência o aumento na geração de emprego e renda.

Para a consecução dos seus objetivos na implantação da Casa do Empreendedor, a Administração Municipal firmou parcerias com outras instituições para oferecer orientação sobre a abertura, funcionamento e encerramento de empresas, incluindo apoio para elaboração de plano de negócios, pesquisa de mercado, orientação sobre crédito, associativismo, cooperativismo e programas de apoio oferecidos no município.

Na cerimônia de inauguração estiveram também presentes o deputado estadual Marco Vinholi (PSDB), o vice-prefeito Dr. Saldanha Leivas Cougo, a secretária de Desenvolvimento Econômico do município, Maria Lucia Baltieri, o gerente regional do Sebrae em São Carlos, Elton Yokomizo, o presidente do Sindicer, Ivan Burian, o presidente do Comitê da Capital da Cerâmica Artística e da Decoração, Hans Otto Kurt Beran, o presidente da Associação Comercial e Empresarial de Porto Ferreira, Leandro Gentina, o diretor do Sescon (Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis) de Porto Ferreira, Gilson Fantinatto, o gerente da Unidade de Políticas Públicas do Sebrae-SP, Daniel Ramalho, o representante da Facesp (Federação das Associações Comerciais de São Paulo), Gino Torrezan, além de todos os secretários da Prefeitura e o assessor do deputado federal Lobbe Neto (PSDB), Marcelo Padilha Gomez.

Funcionarão integradas na Casa do Empreendedor de Porto Ferreira as seguintes instituições:

1. Sebrae Aqui – É a descentralização dos serviços do Sebrae-SP, por meio da formação de parcerias locais. O objetivo é aumentar o alcance dos serviços prestados ao empreendedor, levando aos empresários todas as informações técnicas e gerenciais necessárias para se iniciar um negócio, além de oferecer os produtos e/ou serviços do Sebrae-SP e/ou parceiros de forma personalizada e específica, para que estes possam iniciar e ampliar os negócios, desenvolver o potencial empreendedor, fornecer informações mercadológicas, estratégicas e orientação empresarial e disponibilizar atendimento personalizado.

2. Banco do Povo Paulista – Traduz a política pública na área de microcrédito produtivo popular. É um conceito assertivo de política de geração de renda e ampliação do emprego. Atender de maneira ágil às pessoas empreendedoras que não têm acesso às instituições financeiras tradicionais é a característica principal deste banco. Seu objetivo é oferecer financiamentos para empreendedores de micro e pequenos negócios, para capital de giro e investimento fixo, como forma de viabilizar as iniciativas de ocupação e geração de renda.

3. Sala do Empreendedor – Ponto de referência para o Via Rápida e apoio à formalização do empreendedor individual, disponibiliza aos interessados as informações necessárias à emissão da Inscrição Municipal e Alvará de Funcionamento, orienta sobre os procedimentos necessários para a regularização da situação fiscal, tributária e cadastral dos contribuintes e realiza a declaração anual do imposto de renda para o empreendedor individual.

4. Secretaria de Desenvolvimento Econômico – Órgão da Administração Municipal que engloba a Divisão de Inovação, a Seção de Indústria e Comércio, a Seção de Turismo e a Seção de Habitação.

5. CIEE (Centro de Integração Empresa Escola) – Possibilita aos jovens estudantes brasileiros uma formação integral, ingressando-os ao mercado de trabalho, através de treinamentos, programas de estágio e aprendizado. O maior objetivo do CIEE é encontrar para os estudantes de nível médio, técnico e superior oportunidades de estágio ou aprendizado, que os auxiliem a colocar tudo em prática o que aprenderam na teoria. Os programas oferecidos gratuitamente no Posto de Atendimento de Porto Ferreira são Programas de Estágio e Programa de Aprendiz Legal.

6. Central de Capacitações – Tem como objetivos disseminar a cultura empreendedora no município, viabilizar ações com empreendedores urbanos e rurais, desenvolver ações e atividades com alunos das escolas municipais e estaduais que visem complementar e sistematizar o trabalho realizado nas escolas e demais instituições. São desenvolvidos cursos, oficinas, ciclo de palestras, banco de ideias, relatos de experiências - “cases”, rodas de conversa, diálogos interdisciplinares, formação de profissionais da educação, trocas de experiências, exposições e mostras com relatos das experiências dos planos de negócios e é uma revolução silenciosa em favor do empreendedorismo e da redução da burocracia.

Também está em vias de instalação um Escritório Regional da Jucesp, responsável pelo registro, fé pública e publicidade dos documentos arquivados pelos empresários, sociedades empresárias e sociedades cooperativas no Estado. Seu principal objetivo é alinhar seu trabalho às políticas públicas de desenvolvimento econômico, desburocratização e incentivo ao empreendedorismo.

Cléber Fabbri – MTb 30.118

Assessoria de Comunicação, Cerimonial e Eventos

clique na foto para ampliar